Limoeiro de Anadia elege Conselho Gestor do Banco Comunitário de Desenvolvimento

0
573
Visualizações

Na manhã desta quinta-feira (02) o auditório do Ministério Público de Limoeiro de Anadia foi palco do II Encontro Preparatório para formação do Conselho Gestor do Banco Comunitário de Desenvolvimento, ferramenta que deverá gerenciar a implantação da Moeda Social Eletrônica (e-dinheiro) no município.

Durante o encontro, que contou com a participação de representantes do Executivo Municipal, do comércio, agricultores e outros setores, foi ministrada a palestra “Moeda Social Eletrônica como ferramenta de apoio ao desenvolvimento local” que teve como mediador o consultor da Universidade Federal da Bahia, Magno Wilams de Macêdo.

Segundo ele, atualmente existem 114 bancos comunitários em todo o Brasil espalhados em mais de 20 estados e 90 municípios. “O objetivo da moeda social é fazer com que a riqueza gerada no município permaneça no município, gerando empregos e aquecendo a economia local”, frisou Macêdo.

A implantação da moeda social conta com a total parceria da Prefeitura de Limoeiro de Anadia. Segundo o secretário municipal de Administração, Junior Mota, o projeto irá beneficiar o município como um todo, mas principalmente o setor da agricultura. “Com a moeda social o agricultor enfrentará menos burocracias para pegar financiamentos para investir ainda mais na sua terra e, consequentemente, aumentar a geração de divisas”, ressaltou.

COMITÊ

Os nomes escolhidos para a composição do Conselho foram: José Albênio e Marcos (representando a Indústria); Maria Adriana dos Santos e Rosete Silva (Mulheres-Siforme); José Mota Junior e Everaldo Luiz Santos (Administração); José Ferreira e Jorge Luiz Tomé (Agricultura); Josefa Silva Santos e Gabriel Paulino da Silva (Serviço); Reginaldo Vieira Leite (Comércio); Rosivânia Vieira Silva Leite e Alvânio Virarian (Produtores Rurais); e Gleice Mary Gomes da Silva e professor Marcondes (Incubadora).