Pesquisa elabora perfil da produção agrícola em Limoeiro de Anadia

0
417
Visualizações

Abacaxi, Graviola, Mandioca, Feijão, Limão. Quais os produtos da terra de Limoeiro de Anadia? Como e quando são plantados, cultivados, colhidos? Quem tem realizado esse trabalho? Quais os principais desafios agricultores enfrentam diariamente? Para responder estas perguntas – e tantas outras – desde o início do ano, um grupo de universitários de cursos diversos, monitorados pela Secretaria de Agricultura, tem percorrido Limoeiro de Anadia, traçando um verdadeiro Perfil da Agricultura no município.

O grupo tem se distribuído desde o início do ano nos 53 sítios, consultando agricultores e agricultoras a partir de um questionário pré-estabelecido por técnicos da Secretaria. As demandas apresentadas pelos agricultores também serão registradas nestas pesquisas.

 

De acordo com o secretário de Agricultura, José Ferreira de Souza, o mapeamento da produção agrícola na cidade atende a uma série de objetivos da administração pública e da sociedade de um modo geral, já que não só permitirá monitorar a situação real de produção no município, como também deverá nortear as ações implementadas pelo órgão.

“A intenção é mapear todas essas informações sobre a produção e, com essas informações organizadas e sistematizadas, darmos continuidade de forma mais estratégica aos projetos voltados à Agricultura. Isso inclui, por exemplo, os locais onde há necessidade de maior acompanhamento técnico, de aragem, de recursos”, relata o secretário de Agricultura.

Embora todos os ciclos da agricultura sejam analisados, uma das prioridades, segundo o gestor, é a organização da produção para a venda. “Nosso objetivo é também estabelecer um calendário de sazonalidade da produção e colheita, de modo a conseguirmos organizar esse cronograma de acordo com as demandas da comercialização. Sabemos do desafio que é o escoamento dos produtos da agricultura e essa forma nos permitirá dar uma resposta ainda mais efetiva a esta necessidade”, explicou.

Até o momento, cerca de 30% da área já foi coberta pelas pesquisas, e a intenção é atingir a meta total até o mês de outubro deste ano. Para tanto, a Secretaria solicita que os agricultores recebam os pesquisadores e respondam aos questionamentos efetuados.